terça-feira, julho 25, 2017

Raphe Malik Quartet - Unna (1979)

Olá amigos que acompanham o Sonorica. Foram dias atarefados e não pude publicar como gostaria.
Continuando as homenagens ao saxofonista Glenn Spearman, providencialmente o trompetista Raphe Malik foi parceiro de Speraman e também será relambrando neste pequeno espaço virtual.
Raphe Malik (Laurence Mazel), nasceu no dia 01/11/1948 em Cambridge, Massachusetts e faleceu no dia 08/03/2006 em Guilford, Vermont. No início dos anos 70, após 4 anos na Universidade de Massachusetts, mudou-se para Paris onde tocou com Frank Wright e membros do Art Ensemble Of Chicago. Ainda na metade dos anos 70, retornou à Ohio onde trabalhou com Cecil Taylor, mais intensamente nos anos 80. Apenas nos anos 90 Malik gravou como líder de sessão. Seu último registro oficial foi o Last Set: Live at the 1369 Jazz Club, gravado em 1984, ao lado de Frank Wright (sax), William Parker (baixo), Syd Smart (bateria).
Esta gravação foi captada ao vivo em 16/10/1979 - Unna, Alemanha por uma Revox A 77 e não foi lançado oficialmente até o momento. Trata-se de uma suite entitulada de Life Without Lloyd e o quarteto de Malik era composto por Glenn Spearman, saxofone tenor, Jay Oliver, baixo e Steve McCraven, bateria.
Como se trata de um arquivo digital, a capa foi confeccionada pelo Sonorica. Nos comentários

quarta-feira, maio 17, 2017

Trio Hurricane ‎- Live at Fire in The Valley (1997)

Fire In The Valley era o festival anual de free jazz realizado na cidade de Amherst, no Estado de Massachusetts, América do Norte. O trio Hurricane liderado por Glenn Spearman já foi publicado por aqui à respeito da gravação Suite Of Winds (1986).
Live at Fire In The Valley foi um registro da apresentação de 26/06/1997, no Bezanson Recital Hall, UMASS em Amherst. É considerado um clássico do Trio Hurricane, embora haja críticas quanto a performance de Spearman. Isto talvez seja pelo fato da gravação ter limitações técnicas, pois foi registrado em apenas dois canais. William Parker é amplamente reconhecido no cenário musical mundial, inclusive se apresentando no Brasil. Paul Murphy talvez seja um nome desconhecido mas é um veterano no jazz. Natural de Worcester, Massachusetts, nasceu 1949 e começou na bateria ainda quando criança, tendo feito amizade com Gene Krupa e postriormente fez aulas com Louie Bellson. Aos 16 anos de idade, tocava regularmente com Billy Taylor, que era baixista de Duke Ellington. Nos anos 70 se tornou bandleader em San Francisco e após conhecer Cecil Taylor e Jimmy Lyons, mudou-se para New York e se tornou o baterista preferido de Lyons, até seu falecimento em 1986. Um destaque para Blues For John & Frank (uma homenagem à John Coltrane e Frank Wright) Nos comentários.

terça-feira, abril 04, 2017

Glenn Spearman's G-Force ‎- Let It Go (1997)

Dando continuidade ao momento dedicado à lembrança da música de Glenn Spearman, Let It Go foi gravado em 1994 em San Francisco, com o grupo de Spearman chamado de G-Force, composto pelo guitarrista James Routhier, o baixista Lisle Ellis e o baterista Donald Robinson.
Lisle Ellis nasceu em British Columbia no Canada e começou no baixo elétrico. Fez parte do coletivo Vancouver's New Orchestra Workshop, depois se mudou para San Francisco em 1992, onde iniciou a parceria com Spearman e permaneceu até 2001. Após um período de 4 anos em San Diego, foi para New York onde permanece até hoje. Ellis tocou com Peter Brotzmann, Andrew Cyrille, Joe McPhee, Dave Douglas, Paul Plimley, Larry Ochs, Donald Robinson entre outros. No fim dos anos 90 se dedicou à eletro acústica e dividiu seu foco na música acústica dentro da improvisação no jazz e a música eletro acústica.
Donald Robinson tem uma extensa carreira no cenário musical. Nasceu em Boston, Massachusetts em 1953, estudou percussão clássica no New England Conservatory. No início dos anos 70 iniciou esteve em Paris, onde estudou com Kenny Clarke e tocou com Alan Silva, Anthony Braxton, Oliver Lake e Bobby Few. Neste período tocou pela primeira vez com Glenn Spearman onde teve início uma parceria que durou até o falecimento de Spearman em 1998. Também participou ativamente no cenário free jazz de San Francisco, tocando com John Tchicai, Marco Eneidi, Larry Ochs, Miya Masaoka, Matthew Goodheart e "visitantes" da cena, como Cecil Taylor, Wadada Leo Smith, George Lewis, Raphe Malik, Paul Plimley e quase sempre acompanhado de Lisle Ellis.
Quanto ao guitarrista James Routhier, não foi possível obter informações, que também participou das gravações de Free Worlds de Spearman.
Let It Go traz uma versão de Jerry, composta por Frank Wright. Nos comentários

quarta-feira, março 01, 2017

Emergency - Homage To Peace (1970)

Após Arthur Doyle e Kalaparusha Maurice McIntyre, continuamos a relembrar a música de Glenn Spearman e também aproveito a oportunidade de relembrar a participação do meu amigo querido, o baterista Sabu Toyozumi, que participou das gravações do grupo Emergency em 1970.
Homage To Peace conta com o guitarrista Boulou Ferré (Jean-Jacques Ferret), nascido em 24/04/1951, estudou com Olivier Messiaen, aos 13 anos de idade tocou com John Coltrane no Jazz À Juan em Juan-les-Pins, Antibes. Também tocou com Dexter Gordon, Philly Joe Jones. Chet Baker, Steve Lacy, Gunter Hampel, Kenny Clarke, Warne Marsh, Steve Potts, etc. O baixista Bob Reid gravou com o grupo The Untouchable Factor de Sunny Murray e The Celestial Communications Orchestra de Alan Silva.O pianista Takashi Kako estudou composição com Olivier Messiaen e tocou com Kent Carter, Oliver Johnson. Noah Howard, Masahiko Togashi, Steve Lacy e compos trilhas para cinema e televisão. Nos comentários.

sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Roscoe Mitchell Sextet ‎- Sound (1966)

Sound foi o primeiro registro de Roscoe Mitchell e é um clássico da AACM e da música de forma universal, que contou com a colaboração de McIntyre no saxofone tenor, Lester Bowie no trompete, flugelhorn e harmonica, Lester Lashley no trombone e cello, Malachi Favors no baixo acústico e Alvin Fielder na bateria. Quase ficou de fora esta gravação aqui no Sonorica pelo fato de ser amplamente divulgado na web, mas achei necessário incluir todos os registros de McIntyre que estivessem disponíveis. Também não é necessário qualquer outro comentário adicional pois a música fala por si só, além do fato de haver fartas informações e resenhas sobre o Sound.
Tempos trabalhosos! Hoje encerramos a série de homenagem à Kalaparusha Maurice McIntyre, até que esteja disponível algum outro registro. Nos comentários.

segunda-feira, janeiro 23, 2017

Charles Moffett ‎- The Gift (1969)

Charles Moffett (06/09/1929 - 14/02/1997) nasceu em Forth Worth, Texas e estudou junto com Ornette Coleman na Isaiah Milligan Terrell High School. Moffett iniciou na música como trompetista antes da bateria e aos 13 anos de idade tocou com Jimmy Witherspoon. Mais tarde formou o Jam Jivers com Ornette e Prince Lasha, ainda nos tempos de colégio.
Em 1961 mudou-se para New York para tocar com Ornette mas o saxofonista entrou num breve período de retiro nas atividades musicais até retornar em 1964 formando o trio com Moffett e o baixista David Izenzon, onde também passou a tocar vibrafone. Durante o período do afastamento de Ornette, tocou com Sonny Rollins, Pharoah Sanders, Carla Bley e participou das gravações do LP Four For Trane de Archie Shepp.
Moffett passou também a lecionar música na New York Public Schools como fonte de renda  alternativa devido as apresentações esporádicas com Ornette. Moffett lecionou em diversas escolas em New York e também em Oakland e Berkley, quando mudou para California. Seus filhos: o baixsta Charnett Moffett, o baterista Codaryl "Cody" Moffett (que participa desta gravação), a vocalista Charisse Moffett, o trompetista Mondre Moffett, e o saxofonista Charles Moffett, Jr.
O título The Gift faz referência ao amor de Moffett em lecionar música. Assim como Ornette gravou em 1966 o album Empty Foxyhole com seu filho Denardo Coleman na bateria aos 10 anos de idade, como tinha mencionado antes, participou aos 7 anos de idade, no primeiro album solo do pai. The Gift conta com a participação de Paul Jeffrey: saxofone tenor, Wilbur Ware: baixo e Dennis O'Tootle: bateria.Charles Moffett toca vibrafone e trompete, além da bateria nesta gravação. Nos comentários.
* E como diz o título da primeira faixa do The Gift, Avant Garde Got Soul Too...

 
 
Studio Ghibli Brasil