sexta-feira, janeiro 28, 2011

Skinny Puppy - Tin Omen(1989)/Worlock(1990) - singles

O Skinny Puppy nasceu em 1982 na cidade de Vancouver, no Canada por cEvin Key (Kevin Crompton) e Nivek Ogre (Kevin Ogilvie), lançando sua primeira gravação em 1984 com o k7 Back In Forth, formando um estilo que se convencionou a chamar de dark electro-pop, que conquistou um número considerável de apreciadores. O grupo também ficou conhecido pela polêmica gerada em suas temáticas, que foram muitas vezes confundidas como apologias às experiências com animais vivos, tortura e satanismo.
No final dos anos 80 o grupo contou com a participação de Al Jougensen do Ministry, que influenciou na sonoridade do Skinny Puppy, re
sultando em um de seus melhores trabalhos, o disco Rabies de 1989. Tin Omen e Worlock fazem parte de Rabies e aqui estão os dois singles. O nome da música Tin Omen é uma referência ao massacre de Tianmen, provincia da China em 1989 e também ao massacre em My Lai, no Vietnã em 1968 e o massacre de Kent State na universidade de Ohio em 1970. Worlock possui samplers das guitarras de Helter Skelter dos Beatles e a voz de Charles Manson cantando a mesma música. O seu video possui várias imagens de filmes de terror, como: Deep Red, Suspiria, Tenebrae, Dune, Phenomena, Opera, The Beyond, Hellraiser II, Bad Taste, Dead & Buried, Luther The Geek, Henry: Portrait of a Serial Killer, From Beyond, Death Warmed Up, Eraserhead e Altered States, como um protesto contra a Motion Picture Association of America (MPAA) que censurava estes filmes como X-rated. O R na capa do single é uma alusão à classificação da MPAA. Clique na imagens para conferir os remixes.

2 comentários:

fabricio vieira disse...

surpresa encontrar Skinny Puppy por aqui, uma das referências da minha adolescência. O EBM era algo forte mesmo, antes de 'eletrônico' virar sinônimo de rave. Nem sei se os caras ainda estão na ativa. A última coisa que vi deles foi o Last Rights, lá do começo dos anos 90. A faixa Tin Omen, citada por vc, é realmente uma das melhores, das coisas mais pesadas e intensas que fizeram.

akirarw disse...

Se não me engano, ainda estão na ativa de forma mais esporádica e acho que o último disco foi em 2007. Sem dúvida nenhuma, o que foi feito naquela época, foi muito inovador para a música, e existe um pré-conceito em relação a isso até hoje. Eu comprava discos pelo correio na Wax Trax e outras distribuidoras e sempre me chamou a atenção este tipo de música. Aliás vale lembrar que o Mars Williams participou em uma faixa no The Mind Is A Terrible Thing To Taste.

 
 
Studio Ghibli Brasil