sábado, junho 02, 2007

Pepper & Napalm



E o disco Sgt. Peppers comemora seu quadragésimo aniversário. Até aí tudo bem, eu também gosto muito deste disco dos Beatles. Mas o que não dá mais é ficar só nisso, esse papo de que é o disco mais importante da música, do rock. Se os fanáticos acham que é, pode ser pra eles, para outros, pode ser uma bela porcaria. Tem gente que acha que o melhor disco do Pink Floyd é o Dark Side of the Moon, mas muitos falam isso só pelo fato de que foi o mais vendido. Sobre John Coltrane, uns falam que é o Blue Train, outros o Love Supreme, eu já acho que isso é bobagem. Essa auto afirmação estritamente pessoal que a maioria quer empurrar como verdade absoluta em sí. É definitivamente pessoal esse tipo de afirmação, pura perda de tempo criar inúteis rankings do que é melhor. Para uns, feijoada é o néctar dos deuses e para outros, a coisa mais nojenta possível. Dizem que Ingmar Bergman é o cara(eu tentei assistir Fanny och Alexander umas 4 vezes e dormí no meio do filme). Outros acham que o cara é o George Lucas, outros Robert Zemeckis. Recentemente me disseram que o filme Matrix mudou da história do cinema, assim como Pulp Fiction. Para mim estes dois filmes foram mero entretenimento que preferí esperar passar no SBsTeira. Ainda bem que fiz isso, se não ficaria com a sensação de ter jogado dinheiro fora. Muitos dizem que o grande momento animação é o Toy Story enquanto muitos outros ignoram e dizem que é o Akira de Katsuhiro Otomo.
Mas tudo bem, as pessoas administram seu tempo e neurônios no que lhes convém, desfrutando das maravilhas e perigos do livre arbítrio.
Alguém sacou a revolução na música desencadeada pelo disco "Scum" do Napalm Death?

2 comentários:

denis disse...

po rubens concordo com voce plenamente ,o que pode ser revolucionario e mudar jeito de ver as coisas pra uns,pra outros pode ser nada + que entretenimento.
ae mas que o scum é 1 caso a parte isso não tenho duvida, nada foi a mesma coisa depois dele.
...principalmente a parte que lee dorrian canta,issa na minha humilde opinião.
da-lhe napalm
abraços

akirarw disse...

Também acho Denis, o Napalm se não mexeu com os neurônios, com os tímpanos com certeza! Numa análise totalmente imparcial e empírica, o "Scum" foi um momento pra lá de original, autêntico.

 
 
Studio Ghibli Brasil